21 DE JUNHO, ÀS 15:00, NA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE SESIMBRA: APRESENTAÇÃO DE «A TERRA PROMETIDA», I VOLUME DAS OBRAS COMPLETAS DE ANTÓNIO TELMO

23-01-2014 10:10

“«A terra em que vivemos é apenas um laboratório; no athanor da humanidade separa-se o subtil do denso. Esta não é a terra definitiva (…) Tudo quanto de bom e de verdadeiro se pensou e imaginou, se pensa e imagina, é o subtil que se separa do denso e vai formar a Terra Prometida.»

Eis a origem do título desta recolha de dispersos e inéditos, que nos aparece logo no texto de abertura. António Telmo chama-nos a atenção para a nossa situação: esperamos por uma terra prometida, sempre prometida mas nunca verdadeiramente alcançada, escapando-nos ao desejo da posse. Desejamo-la mas nunca é realmente nossa. Na verdade, e devíamos já saber isso, toda a terra tem um único proprietário, não humano: Deus, o seu e nosso Criador. Nós, humanos, somos apenas os usufrutuários dessa terra, na qual estamos somente de passagem — ainda que a nossa relação com a terra pareça quase íntima, como é visível no texto original bíblico (mas só nele, não na tradução): Adam, humano, Adamah, terra.”

António Carlos Carvalho

 

21 de Junho, às 15:00, na Sala Polivalente da Biblioteca Municipal de Sesimbra. É um dos momentos mais significativos das TARDES TÉLMICAS 2014. Referimo-nos à sessão de apresentação de A Terra Prometida, I volume das Obras Completas de António Telmo, empresa a que o projecto António Telmo. Vida e Obra assegura o apoio científico. A sessão, que contará com a presença de António Carlos Carvalho e Pedro Martins, que integram a equipa de coordenação editorial das Obras Completas, será completada com a realização de uma tertúlia sobre a I Guerra Mundial, de cuja eclosão se assinala este ano o primeiro centenário.

Organizada por Pedro Martins e Renato Epifânio e prefaciada por António Carlos Carvalho, esta recolha de dispersos e inéditos do filósofo da razão poética sairá a lume com a chancela da Zéfiro, casa editora a quem foi confiada a publicação da télmica opera omnia. É do prefácio de António Carvalho o excerto dado em epígrafe ao leitor. 

Contactos

António Telmo. Vida e Obra antoniotelmovidaeobra@gmail.com