INÉDITOS. 41

03-02-2015 11:50

Quem de vinte cinco tira…*

"Quantos são quem de vinte cinco tira?"

Desde criança que este e outros enigmas, herdados de tradição, encantavam a minha inteligência ainda adormecida, apenas acordada do longo sono que é o esquecimento do que porventura tenhamos sido antes de nascermos.

Primeiro era o espanto perante o absurdo da pergunta feita pelo adulto à criança: “Tira o quê?”

Depois, com a descoberta de que se tiravam cinco a vinte e restavam quinze, descoberta que fora afinal a revelação do adulto, era o encontro da luz que desfazia o absurdo e que punha tudo no lugar.

Hoje, passadas várias décadas, vejo, pensando nisso, que a solução do enigma não é o número quinze. Há quem de vinte tira cinco. O “quantos são” refere-se ao pensador. A resposta é: 1! Não o que pergunta que já sabe a solução e por isso já tirou cinco de vinte. Mas sim o que adivinha, porque esse ao ver a solução é quem tira cinco de vinte.

A resposta deveria ser: sou eu quem faz quinze subtraindo cinco de vinte.

Mas há ainda outro ensino naquela pergunta. Chama a atenção para ser vinte e cinco e não vinte cinco. O enigma e a sua solução só existem por um erro fonético, o de transformar vinticinco em vinte cinco.

 

António Telmo

 

* Título da responsabilidade do editor.

Contactos

António Telmo. Vida e Obra antoniotelmovidaeobra@gmail.com