POEMAS. 03

01-02-2014 08:27

José Marinho, um dos mestres de António Telmo, a cuja memória o filósofo dedicou a História Secreta de Portugal, nasceu no Porto a 1 de Fevereiro de 1904, vindo a falecer em Lisboa em 5 de Agosto de 1975. Quando escreve o poema com que assinala o septuagésimo aniversário do autor de Teoria do Ser e da Verdade, saído a lume na edição de 14 de Fevereiro de 1974 de O Sesimbrense, Telmo está de novo a viver em Sesimbra, realizando em Almada o estágio do magistério, depois de um biénio em que fundou e superiormente dirigiu a Escola Preparatória do Redondo. Os versos de homenagem a Marinho reflectem, pois, esse contexto de vivência sesimbrense que era então o seu...

 

José Marinho

 

Neto de sereia

nos mares da Galiza

mas também filho do Homem.

Sesimbra, terra do mar, saúda o filósofo

nos seus 10 x 7 anos,

dez vezes a escada da sabedoria

desatando e atando dez vezes

os sete nós que enlaçam

o corpo da sereia

ao corpo do homem.

 

António Telmo

Contactos

António Telmo. Vida e Obra antoniotelmovidaeobra@gmail.com